Educação

PLANO DE TRABALHO – 2019

UNIDADE IRACEMÁPOLIS – Área: Educação

 
1 – QUALIFICAÇÃO DA ORGANIZAÇÃO DA SOCIEDADE CIVIL EXECUTORA

 

Associação de Reabilitação Infantil Limeirense – ARIL

UNIDADE IRACEMÁPOLIS

 

 
 Nome:

Associação de Reabilitação Infantil Limeirense – ARIL

 
CNPJ:

51.472.447.0002-85

 
Endereço:

Rua Pedro Chinelatto, 254

CEP: 13.495-000  
Bairro: Centro Ponto de referência: Praça da Matriz  
Telefones: 19-3456-3519 E-MAIL da Instituição: filial@aril.com.br/

reabilitação@aril.com.br

 
Pag. Web: www.aril.com.br

 

UF: SÃO PAULO Iracemápolis  
1.1 – IDENTIFICAÇÃO DO RESPONSÁVEL LEGAL PELA OSC (PRESIDENTE / DIRETOR)

 

 
Nome:

Wanderlei Marcos Vieira

 
Nº do CPF:

131.332.908-86

Nº do RG/Órgão Expedidor:

22.747.856-3      SSP

 
Mandato de diretoria: (dia, mês ano)

01-01-2019 a 31-12-2020

   
Cargo:

Presidente

 
Endereço:

Rua Senador Vergueiro 1.119  Apartamento 81

CEP: 13.480-002

 

 
Bairro:

Centro

 
Telefones: 19-98117-0605

 

E-mail: Wanderlei@atlasassessoria.com.br  
Cidade em que reside:

Limeira

UF: SÃO PAULO  
1.2  – IDENTIFICAÇÃO DO RESPONSÁVEL TÉCNICO PELO PROJETO  
Nome:

Giovana Tavares da Silva

 
Área de Formação:

 Assistente Social

Nº do Registro no Conselho Profissional:

CRESS 40236

 

 

 
Telefone do Técnico: (19) 34563519

 

E-mail do Técnico:  filial@aril.com.br

 

 
2- DIAGNÓSTICO  
 

A ARIL foi fundada em 1963 na cidade de Limeira, por um grupo de mães de crianças com necessidades especiais, lideradas pela Sra. Aparecida Rodrigues que possuía um sobrinho sob sua guarda, com Síndrome de Down.

Em 08 de maio de 2007 foi fundada uma Unidade filial na cidade de Iracemápolis, com o objetivo de atender a população.

O atendimento é de responsabilidade de uma equipe interdisciplinar e as atividades são desenvolvidas por médicos, dentistas, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, fonoaudiólogas, nutricionista, psicólogas, assistentes sociais, pedagogas, professores de educação física, professores especializados, monitores, além do pessoal administrativo, de serviço de apoio e telemarketing.

A organização é mantida financeiramente com apoio de convênios com poder público e privado, realização de eventos, doações da comunidade em geral e de empresas e campanhas via telemarketing.

Todos os usuários participam das aulas de Educação Física onde podem desenvolver aptidões para jogos/ campeonatos como: vôlei, handebol, futebol, natação, basquete e atletismo.

Oferece diariamente lanches aos usuários assim como orientação em relação às dietas de acordo com as necessidades de cada individuo.

Os programas e projetos de atendimento são elaborados conforme a necessidade dos usuários, considerando-se as potencialidades, as dificuldades e a idade, visando a habilitação e reabilitação física motora, sensorial, perceptiva cognitiva, psicosocial, educacional e de preparação para atividades funcionais e de trabalho, constituindo estas últimas atividades o final do processo de reabilitação com os usuários já adultos e em preparação para o mundo do trabalho, onde podem exercer seus direitos de cidadania.

Inicialmente é realizado um atendimento de Triagem por toda a equipe multiprofissional para o diagnóstico e elaboração da proposta de trabalho aos usuários elegíveis, os que não são elegíveis, são encaminhados aos serviços especializados disponíveis na comunidade. A elegibilidade nos programas de atendimento tem como fator predominante a deficiência intelectual e ou física associada.

Presta o serviço de prevenção, reabilitação e habilitação às crianças a partir de zero ano, oferecendo atendimento nas áreas de assistência social, educação e saúde.

Para os usuários acima de 16 anos oferece o atendimento no Centro de Habilitação e Treinamento Profissional (CHTP), o qual possibilita aos adolescentes o exercício de sua cidadania através de atividades funcionais e preparação para a vida/trabalho, oportunizando assim a sua inserção no mundo do trabalho.

A demanda dos casos novos é registrada no sistema pelo Serviço Social, sendo chamados para triagem, respeitando-se a ordem de chegada e a disponibilidade de vagas nos programas e projetos, sendo que a criança de zero até três anos e onze meses tem prioridade de atendimento, sendo esta fase recomendada para intervenção, diminuindo-se assim a instalação das deficiências.

As metas e objetivos de cada área são estabelecidos de acordo com as necessidades e potencialidades dos usuários, levando-se em conta a idade, o diagnóstico e o prognóstico de cada caso estabelecido em cada programa e projeto.

 
3 – OBJETIVOS DO PROJETO  
Objetivo Geral:

·         Favorecer o desenvolvimento de criança, jovens e adultos com TEA (Transtorno do Espectro Autista)

propiciando sua integração na família e na comunidade e uma vida significativa e tão próxima do normal quanto possível, através do desenvolvimento das potencialidades.

·         Favorecer a família das pessoas com TEA (Transtorno do Espectro Autista)  informações, orientações e apoio, tendo em vista que estas enfrentam sérios obstáculos e discriminação para que possam exercer seu direito de cidadania.

·         Favorecer o desenvolvimento do conhecimento científico e da técnica da habilitação e reabilitação de pessoas com TEA (Transtorno do Espectro Autista).

 
Objetivo Específico:

·         Desenvolver o relacionamento de situações sociais com pais e outras pessoas;

·         Estimular capacidade de linguagem ou uso do método alternativo;

·         Prepará-los e treiná-los para futura independência em A.V.D.(atividade de vida diária e A.V.P. (atividade da vida prática);

·         Estimular e desenvolver habilidades bio-psico, social, educacional.

·         Diminuir comportamentos inadequados;

·         Proporcionar atendimento médico e nas diversas especialidades.

·        Promover oportunidade para estudo e pesquisa para equipe interdisciplinar nesta área.

 
4- JUSTIFICATIVAS  
  O TEA (transtorno do espectro autista) é um conjunto de manifestações que afetam o funcionamento social, a capacidade de comunicação, implicam em um padrão restrito de comportamento e geralmente vem acompanhado de deficiência intelectual. Se manifesta antes da idade de 3 anos, de forma grave, com tipo característico do funcionamento  anormal, principalmente nas áreas de integração social, comunicação e comportamento restrito. Diante dessas prerrogativas é que se faz necessário a implantação do serviço na organização para atender especificamente esta demanda.
5- METAS  
  A ARIL se propõe a desenvolver um atendimento sócio educativo em meio aberto com eficiência e eficácia, através de pessoal técnico especializado.

No ano de 2019 a meta é atender a 15 crianças a partir de 01 ano.

 

6- METODOLOGIA  
  Atendimento especializado através da metodologia TEACCH, que tem como objetivo apoiar a pessoa com TEA, ajudando-a a adquirir habilidades de comunicação para que possam se relacionar com outras pessoas.

Esta metodologia visa minimizar os sintomas e fazer com que a criança consiga lidar com mais tolerância as atividades.

Os atendimentos serão realizados em grupo com até 05 crianças divididas de acordo com o nível e a faixa etária.

1º grupo com crianças entre 1 a 4 anos, 2º grupo entre 5 a 7 anos e 3º grupo entre 8 a 10 anos. Totalizando 15 vagas a serem contempladas e preenchidas durante o ano de 2019.

 

 

 

  7 – RECURSOS HUMANOS NECESSÁRIOS
  Formação Profissional/Quantidade Regime trabalhista Carga horária Salário
  01 Auxiliar de monitor CLT 20 horas semanal R$ 536,48
  01 Auxiliar monitor CLT 20 horas semanal R$ 536,48
  Estimuladora pedagógica CLT 20 horas semanal R$ 1.156,09
  Monitor TEA Especial CLT 20 horas semanal R$ 864,51
  Estimuladora pedagógica CLT 20 horas semanal R$ 1.050,00
  TOTAL  (R$) R$ 4.143,56
   

 

  7.1 – INSTALAÇÕES FÍSICAS E MATERIAIS
   

 

  Cômodo Quantidade
  Salas 09
  Banheiros 06
  Cozinha 02
  Refeitório 01
  Dispensa 01
  Sala de artes 01
  Salão (CHTP) 01
  Sala de Informática 01
  8 – DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES

 

   

Estimulação em grupo: roda de conversa, contar história, rotina de AVD, atividades psico motoras, atividades lúdicas, cantar musicas, imitar gestos, explorar brinquedos,compreender instruções, comunicar-se, brinquedoteca e educação física Atuar junto aos autistas aplicando a metodologia teacch. Planejar , executar e avaliar junto com a equipe técnica, o programa individualizado de seus assistidos tais como: Os estimuladores pedagógicos são os funcionários que estabelecem os vínculos com as pessoas com autismo e realizam todas as atividades pedagógicas, de AVD e AVP e também participam da educação física e passeios quando realizados.

 

  9 – PARCERIAS – NO CASO DE ATUAÇÃO EM REDE

 

  Prefeitura Municipal, CRAS, Escolas, Secretarias

 

  10 – AÇÕES DE COMUNICAÇÃO
  Serão veiculadas através de relatórios e site da OSC.
  11 – AVALIAÇÃO ( PROCESSO DE AVALIAÇÃO)
  Mensalmente serão realizados relatórios em prontuário virtual, relatórios quantitativos e qualitativos com descrição das atividades realizadas em prontuário virtual e físico, registro das atividades realizadas através de fotos, registro de reuniões realizadas em formulários específicos de acordo com procedimentos internos da OSC
12-  PREVISÃO ORÇAMENTÁRIA
                     NATUREZA DA DESPESA TOTAL Ano (R$)
ESPECIFICAÇÃO  
Salários + FGTS R$ 54.506,05
Férias/ 13º salário/ Encargos/ Rescisão R$ 10.494,00
   
TOTAL  (R$) R$ 65.000,05

 

13 – CRONOGRAMA DE DESEMBOLSO
Especificação Mensal Semestral Anual   Valor total
Salários e F.G.T.S. X       R$ 4.542,17
Férias/13 salário/ Encargos/ Rescisão     X   R$ 874,50
Subtotal

 

R$ 5.416,66

 

14 – VIGENCIA DO PLANO DE TRABALHO

Janeiro a Dezembro 2019.


Pesquisar no Site

SELO ISO 9001

Faça uma doação

Você pode doar através do seu cartão de crédito ou débito, um valor a partir de R$ 30,00, faça sua doação aqui.






Doe seu Jornal

50% do Projeto Atores da vida recebe apoio do Instituto CCR